Tag Archives: marketing

micro-trends: how to start a conversation

O começo da conversa com seus prospects é um dos grandes desafios para as marcas da atualidade. No meio de tanta opção, tanta crise e tanta gente falando ao mesmo tempo, para quem o consumidor vai olhar? Com quem ele vai dialogar? 

Simon Graj, CEO da consultoria Graj+Gustavsen, nos ajuda a responder esta questão quando diz que as empresas e lojas devem “ajudar as pessoas a ir sem medo em direção ao futuro – e se divertir fazendo isso”

450john_morefield03_01-07-2009_2e2pg19

E se a ajuda e o diálogo são a chave do novo marketing, o arquiteto John Morefield de Seattle está para se transformar no símbolo e no exemplo máximo deste novo momento. O momento do marketing da conversa e da aproximação.

Desempregado, o arquiteto de 27 anos leva sua barraquinha, sua cara, sua coragem e toda a sua experiência para mercados de rua americanos (como o Ballard Sunday Market) com o objetivo de iniciar conversar com seus prospects. Sua estratégia? Oferecer uma breve consultoria, a partir de perguntas de todos os tipos, por apenas 5 centavos de dolar.

De centavo em centavo ele não consegue juntar o suficiente para pagar suas contas, mas faz seu marketing, de forma barata e envolvente, aproximando com isso novos e reais clientes.

Vale a pena ver, e pensar sobre como você ou sua empresa começam a conversa com seus clientes:

Advertisements

Leave a comment

Filed under no marketing

tryvertising

picture-211

Tryvertising não foi um nome inventado por nós, mas é o melhor nome para exemplificar esta nova forma de fazer marketing.

1 Comment

Filed under no comportamento, no marketing

cross-media politics: we’ve got a crush on it

A campanha conhecida como “Obama Everywhere” tem cruzado oceanos e atravessado continentes.
Não apenas por tratar-se de uma campanha pela presidência da maior potência mundial, mas pelo seu marketing inovador extremamente bem planejado e elaborado.

Sua estratégia é estar onde seu eleitor está – seja ele quem for. Para isso, é necessário conhecê-lo bem e à sua “consumer journey”, os meios que ele consome, onde ele conversa, busca informação e gera conteúdo. Por esta razão a campanha de Obama tem sido a mais digital de todas!

Vai desde a Internet através de site, blog, até celular – ringtones, SMS, redes sociais (Obama tem um perfil no Facebook, por exemplo), games e virais.

E falando de virais, destacamos aqui uma ação que foi um sucesso, desenvolvida pela Barely Political, uma empresa de especialistas em “seeding”, ou seja, semear comunicações com potencial para serem disseminadas entre os grupos, sempre usando conteúdo político como matéria-prima.

No vídeo abaixo vemos o que parece ser uma eleitora, fã de Obama, se declarando através de uma música.

Curiosamente a ação não foi planejada por sua equipe de marketing. Surgiu gratuitamente, estimulada por todo o buzz que já existia em torno de uma campanha completamente Web 2.0, altamente interativa.

O sucesso da ação foi tremendo, Obama Girl ficou famosa, e Barack Obama colheu louros com isso, com sua popularidade aumentando a cada dia.

Leave a comment

Filed under no marketing