Tag Archives: games

end of an era

Nos últimos anos, meses, e a cada dia, vemos o fim de eras e mais eras. A era da indústria da música, por exemplo, já era. Não no sentido literal, mas tendo em vista que é uma indústria, assim como tantas outras, que deverá se recriar, se reinventar, para sobreviver e convencer as pessoas (mercado, clientes, investidores) de que ela é pertinente e pertencente a este novo mundo.

No dia 30 de janeiro o artista pop-star Damien Hirst abriu sua mais recente exposição na Gagosian Gallery em NY, em uma retrospectiva com direito a novas obras chamada oportunamente de “End of an Era” – ele próprio, um contestador da arte como ela é, no sentido produtivo, criativo e mercadológico da palavra. O título da exposição também tem um viés bíblico, materializado em algumas obras como o touro com chifres de ouro e o dia do julgamento representado através de mais de 30 mil diamantes.

Hirst brinca com a ideia de arte, confundindo o espectador e, inevitavelmente, provocando-o e levando-o a refletir sobre a arte desses nossos novos tempos.

Fotos do site TrendLand

Leave a comment

Filed under nas artes

this is a multiplayer world: social e cultural

board-14

Há modos muito inteligentes e interessantes de se tirar proveito da expansão tecnológica para educar, aculturar, e ajudar o próximo.

Destaco aqui duas iniciativas bem legais que conheci recentemente em uma reunião. A primeira é da UNICEF.

Através de games, em seu portal específico, a organização encontrou uma maneira de se tornar conhecida junto a adolescentes, na faixa dos 13 anos. Mostra sua missão no mundo fazendo do seu usuário um herói nos jogos.

Usando esta ferramenta, o internauta pode ajudar a salvar crianças no Timor Leste, ou ser voluntário na África, por exemplo.

unicef

Outra ação relacionando a tecnologia e a “vida real” é a do site brasileiro Overmundo.
O site é de natureza colaborativa e serve como canal de expressão para a produção cultural no Brasil e em comunidades brasileiras espalhadas no mundo. Depende de usuários a fim de buscar, comentar, compartilhar qualquer forma de arte, seja música, filmes ou textos. Depende fortemente dos gadgets e seu uso.

overmundo

É essencial que haja discernimento para compreender que a tecnologia está aí para ajudar. E há cada vez mais oportunidades de melhorar ações, de colaborar com o desenvolvimento, de fazer a diferença através de seu uso.

Basta ter boa vontade e planejar.

Leave a comment

Filed under na educação, na internet

this is a multiplayer world: mixed feelings

board-14

Com o aumento das tecnologias no dia-a-dia das pessoas, uma discussão tem também crescido nas rodas de bate-papo: que impacto elas têm na vida das pessoas e no seu desenvolvimento?

Especialmente em se tratando de videogames, esta discussão tem bastante fundamento.

Michael Highland, que trabalha tanto em cinema como na concepção de games, lançou um filme tratando exatamente deste tema, e foi aclamado na TED 2006.

picture-10

As Real as Your Life discute o impacto dos games na “programação” do cérebro e as consequências de se passar mais tempo no mundo virtual que na vida real.

Ao mesmo tempo que a violência do mundo virtual imita a do real, tem sido muito comum o oposto: atos extremamente criativos (de forma negativa) inspirados nos games.

Ele defende que, quando exposto à realidade virtual, o cérebro começa a desenvolver instintos novos de sobrevivência, altamente influenciados pelo que vêem dentro da tela.

Psicólogos e terapeutas falam sobre este comportamento como algo natural do ser humano. Se lembrarmos das mensagens subliminares nas propagandas de cinema e sua intenção de “reprogramar” o cérebro, criando uma necessidade, notamos que o videogame tem sido muito mais eficiente.

Há quem afirme que crianças e adultos têm plena consciência de realidade e ficção, e sabem que determinadas coisas “só acontecem nos games, nos desenhos”. 

Mas fato é: o comportamento do ser humano vem mudando, e as explicações ainda não satisfazem.

Leave a comment

Filed under na tecnologia, no comportamento

this is a multiplayer world

board-14

Leave a comment

Filed under na tecnologia, no comportamento