Tag Archives: generation O

generation O: shiny happy people

board-9

Se você fica pensando o que tudo isso tem a ver com o Brasil, se você acha que os impactos da Geração O se restringem apenas aos Estados Unidos e às suas questões políticas, acho que em breve confirmaremos o seu engano.

O movimento da Generation O é um movimento de otimismo e engajamento, um movimento de patriotismo e transparência. Algumas histórias que não param de pipocar na Internet, mostram como este momento é historicamente importante e, vindo da “maior potência do mundo” (aspas e mais aspas), como pode e deve impactar as demais regiões do mundo.

A criança que vendeu limonada por Obama, e queria uma super bandeira americana para seu jardim

p1070134

A criança, de 6 anos de idade, vê uma bandeira na rua e diz para o seu pai que se parece com a bandeira do Obama. Imediatamente, resolve que quer ter uma, mas não uma pequena, uma grande! Para colocar em seu jardim. 

E o pai conclui “para mim, cético, antigo ativista, para quem patriotismo sempre sgnificou protesto, este era um momento de definição, uma revolução real na diferença entre como meus filhos verão o presidente – assim como todo o país – e como eu os vi durante boa parte da minha vida adulta.

Mas por que não ficar orgulhoso? Por que não colocar uma bandeira em nosso jardim para dar boas vindas à nova era?”

Pronto. Fique ligado. A mudança demora, mas chega!

————————–

Outras denominações para Generation O

– Geração Obesa

– Generation Jones – a geração perdida, entre os Baby Boomers e a Geração X

bader-graphic

Leave a comment

Filed under no comportamento

generation O: quotes

board-9

E o que é a Generation O?

“Post-Everything”: “post-Cold War, post-industrial, post-baby boom, post-9/11” Nicholas Handler, estudante americano

“Isn’t it interesting, that the new president is our age?” disse o escritor Michael Chabon

“He is like them and they are like him: post-racial, post-boomer, post-globalization, ‘post-everything'” resumiu o jornalista Mike Prevatt a respeito da relação entre Obama e seus apoiadores

“It is a style that appears to be casual, cool and connected.” disse o analista político da CNN Bill Schneider sobre o estilo de Obama e da Generation O

us-news-obama-art-adv10-3-t

Obama por Ray Noland: “People like mystique. They don’t want a regular guy. They want a persona.”

002

Obama por Shepard Fairey, um dos principais responsáveis pela iconografia da campanha paralela de Obama

2311174232_38d16378c6

Grafitti em Santa Mônica

2279253649_e571f2b7ec

Imagem do Obama feita a partir de mosaico de imagens de seus apoiadores, no Flickr

3032033969_17f571977e

Outdoor em Nova York, criado pelo grupo Billboard for the People

“Barack Obama ran a different kind of campaign – a campaign for the people. This is an opportunity for us to give him a different kind of congratulations. Make your contribution now and share this site with friends.”

3028023296_f72db51249

Do grupo Message for Obama, no Flickr

Leave a comment

Filed under no comportamento

generation O: meet these guys

board-9

Cada geração tem sua história, nasceu dentro de um contexto político-econômico, sócio-cultural.
Na ordem foram os Baby Boomers, a Geração X e a Geração Y (ou Millennial). E precisamente neste ano presenciamos o nascimento daquela que o NY Times chamou de Geração O.

Claro, vem de Obama. Mas não pára por aí, vai muito além dele. Obama é o presidente, o representante desta geração, como Bill Clinton foi para os Baby Boomers. É o ícone máximo de um comportamento novo, de uma nova maneira de pensar.

É uma geração que se mescla com a Y, porque dela também fazem parte os menores de 30 anos. Mas a grande massa é composta por universitários que estão pedindo mudanças no mundo, que buscam novos tomadores de decisão, novas cabeças no comando. Foram eles que fizeram questão de votar, que deram um empurrão para esta quebra de paradigma que foi a eleição de Barack Obama como presidente.

A geração O é multiracial. Não fazem parte do seu grupo os “brancos velhos”, que são a cara de John McCain. Esperança, unidade e mudança foram fortes características da campanha de Obama, e apesar de serem pontos atraentes a qualquer geração, são bandeiras levantadas por jovens entre as gerações Y e X (à qual pertence o próprio candidato).

E não há dúvidas que eles vieram com sede de mudanças. Como escreveu o reporter do NY Times Damien Cave no fim das eleições: “A era pós-Baby Boomer parece ter começado. O “nós contra eles” sem fim vindo da Guerra do Vietnam, do aborto, das lutas raciais, pelo menos por um momento na semana passada, parecia tão fora de alcance quanto um telefone de discar”.

Leave a comment

Filed under no comportamento

generation O

board-9

Leave a comment

Filed under no comportamento