Author Archives: Sil Curiati

the new newsstand: wired thoughts

Enquanto a Oyster provocava, a conceituada Wired resolveu mostrar um vídeo do que seria o futuro das publicações, com base na evolução e nas mudanças de hábitos e conceitos que temos vivido nos últimos anos.

Seu protótipo de revista digital é interessante. Pensar que a experiência de leitura de uma revista pode mudar em pouquíssimo tempo é estimulante para uns e assustador para outros, que curtem o toque do papel, o “virar a página” e suas cores vivas.

Aliás, esse é um ponto que vale ser levantado. O protótipo da Wired mostra alguma interação e muitas cores. O que me fez pensar em algo que é uma queixa entre os adeptos de e-books: o excesso de preto no branco. Quem tem o Kindle, da Amazon, não vê cores. Nem no e-reader da Sony. E apesar de ser agradável a leitura exatamente por não refletir luz, é curioso notar que até o papel de um livro reflete mais luz que o gadget. Um exemplo claro é visto na foto que abre o post, onde a página da esquerda é eletrônica, e a da direita, papel.
Logo, ter publicações com a mesma intensidade visual é algo extremamente atraente. E em se tratando da Wired, isso jamais poderia ser diferente.

No quesito interação, é legal o modo que passamos a ver gráficos, por exemplo. Clicando nas variáveis, temos diferentes informações. Mas ainda achei pouco. 

tablet da Sports Illustrated traz esses recursos muito mais avançados, com vídeos, inclusive. O que torna a experiência melhor e mais completa, sem dúvida. Mais no estilo iPad, da Apple.

Outros dois detalhes chamam a atenção naturalmente, ao ver a proposta da Wired: o formato, que permanece com cara de revista impressa, e os anúncios, que continuam idênticos aos impressos.

Não acredito que manter o formato “revista impressa” seja uma estratégia para agradar aos apaixonados pelo meio. Desenvolver uma linguagem própria e específica me parece mais sábio e coerente. Tanto em redação como em direção de arte.

O mesmo digo para anúncios. Mouse-over sobre o logo que me leva ao site é óbvio demais, e pouco atraente. Seria legal ter novidades na área, também. O leitor vai naturalmente esperar por isso.

A própria Wired já levantou outros pontos que seriam importantes para a evolução das revistas digitais, e um deles é a flexibilidade. A pessoa conseguir dar aquele jeitinho para carregar o gadget.

Ou seja, tudo indica que as revistas terão outra cara logo mais. Semelhantes ao que temos hoje em alguns aspectos, e infinitamente diferentes, insistirão os apaixonados por papel.
Talvez valha guardar alguns exemplares de hoje para a posteridade, pelo menos para matar a saudade quando ela bater.

Advertisements

Leave a comment

Filed under na tecnologia

go local or import?

Um diagrama muito interessante publicado no PSFK ano passado, mostra as vantagens de se comprar localmente, em vez de ir atrás do que vem de fora.

Basicamente, fica claro que incentivar o local business é muito mais importante para o crescimento de uma comunidade, que o inverso. Eles inclusive doam mais dinheiro à comunidade e instituições que os outros.

Além disso, normalmente sua matéria-prima também é local, o que implica em menor desperdício em transporte e com isso, menor impacto na natureza, no trânsito, etc.

Outro fator de interesse imediato ao consumidor é que uma quantidade maior de pequenos negócios locais gera competição natural, e por isso, mais inovação e menores preços!

E que fique claro: a lojinha daquela marca importada que abriu uma portinha do lado da sua casa não é local business. O que vale é sua origem (como quando compramos orgânicos).

Fica a dica!

Leave a comment

Filed under no comportamento, no consumo

e por falar em spfw: de olho na moda

Só para aproveitar o embalo da semana de moda em São Paulo, eis aqui alguns destaques do que estão trazendo para o inverno, lembrando que o mais interessante disso tudo é entender de onde vem a inspiração, a referência, a mistura, e como pode ficar mais interessante agregando a sua personalidade.

Como bem colocado aqui, muitas das inovações que surgem – incluindo as do mundo da moda – podem parecer bizarras a princípio, e de repente, tornam-se essenciais e não sabemos viver sem.

Você usaria um protetor de salto, como a Camila, do Garotas Estúpidas, mostrou na foto que tirou no evento?

Feito de silicone, pode ajudar a proteger o salto na hora de dirigir, para andar em terrenos com grama, terra, areia. Mas vale comprometer a estética?

A Camila também mostrou essa foto, tirada no lounge da Arezzo, da sua nova linha de esmaltes.

É interessante ver como esmaltes entraram com tudo no ambiente fashion, sendo produzidos por empresas cujo core business é outro (como a Arezzo), ou criados em cores especiais por grandes estilistas (o Reinaldo Lourenço criou uma coleção especial para a Risqué, como mostrou a Vic Ceridono na foto abaixo).

Outra coisa legal de notar é a mistura de estações. Curtos e nudes, que foram febre no verão, seguem no inverno, com uma pegada um pouco diferente, mais pesada e militar.

E a maquiagem, cada vez mais festiva! Quer brilhar? Pode ir em frente, sem medo de ser feliz.
Vários desfiles trouxeram as modelos usando glitter nos olhos, blushes brilhantes e gloss.

Esse glitter prata abaixo, é lindo. Também da galeria da Vic.

E como tuitado pela Luana, seguindo a onda do glitter nos olhos e, voltando aos esmaltes, bonito vai ser metálico!

Olha o da Impala, na foto da Vic:

A SPFW mal começou e já dá pra ter uma ideia de como vai ser esse inverno. Uma mistura bonita de rock’n’roll, militar, feminino, brilhante. E com algumas novidades “tecnológicas” que ainda vamos ver se acostumamos!

Leave a comment

Filed under na moda

green now: garden collection

A fantástica H&M acaba de lançar mais uma de suas coleções lindas (adoro quase todas!), a Garden Collection.

Super primaveril, feminina, cheia de cores e flores, tudo a menos de U$60. E isso nem é o mais especial da coleção…

Legal mesmo é que ela é toda feita com matéria-prima sustentável. Garrafas PET e retalhos compõem as peças, e quem vê não acredita!

Prova de que roupa sustentável não tem que ser simples demais, com cores e cortes básicos.

Dá vontade de esticar a primavera e sair florido – e verde!- o ano inteiro!

Leave a comment

Filed under na moda, na sustentabilidade

slow fashion: collaborate and get a new one

board_slowfashion

Esta é para colaborar com a reciclagem da moda e com os maridos e companheiros de casa, que reclamam da falta de espaço porque suas roupas e acessórios se multiplicam pelos cantos!

Closet Infinite tem um nome sugestivo, que faz brilhar os olhos de mulheres antenadas e consumistas. Imagine você ter acesso às coisas mais legais do mundo, em perfeito estado, principalmente em situações especiais que requerem um guarda-roupas específico, como durante uma gravidez…

Em vez de a cada mês você comprar uma peça nova, você doa uma sua, como membro da Closet Infinite, e pode alugar outra com a garantia de ter algo legal e descolado para usar – e o melhor, não repetir nunca o mesmo look!

A moda mudou, seu humor mudou, o clima mudou? Não compre novo, alugue!

Leave a comment

Filed under na moda, na sustentabilidade, no consumo

i want luxury, luxury: café pequeno

Quando me perguntam de algo barato, ou de bom preço, e de consumo diário, penso logo em um cafezinho. Você não?

Agora, depois de conhecer essa maravilha abaixo, o valor dessa bebida tão popular começa a ser questionado – e até a sua simplicidade.

concordia_espresso_machine_ahk1G_12

A Concordia Coffee Systems in Bellevue custa algo em torno de U$ 10,000 e U$ 40,000, e é um bar self-service de cafés. Moe, coa, mistura, coloca essências, enfim, faz nada menos que 165 drinks diferentes à base de café.

Dizem que a ideia não é substituir baristas, garçons e ajudantes, mas sim, outras máquinas.
E ainda por cima, garantem: a qualidade é espetacular.

Fazendo as contas…. quanto vale seu cafezinho?

Leave a comment

Filed under no luxo

old is new: casa nova num piscar de olhos

board

Este post também poderia entrar, facilmente, em recycling, recreating. Mas optamos por colocar aqui e estimular um ar de casa nova com as suas velhas coisas que estão pra virar tranqueira.

Imagine fazer isso com um sofá:

111_2323

111_2468

É a proposta do Design*Sponge online, e no blog deles, além de várias coisas interessantes, há uma série inspiradora de antes e depois.

Além de dar uma levantada no visual da casa, a natureza agradece a atitude de reciclar o que ainda tem uso.

Leave a comment

Filed under 1