Tag Archives: 2.0 travelers

2.0 travelers: world will travel, oh so quickly

board_travel20

A forma como o mercado de viagens, e a paixão por sair do lugar e ter contato com outras culturas, tomou conta da Internet, dando aos viajantes uma nova perspectiva, é um aprendizado muito interessante.

O fenômeno, precedido pelos inúmeros programas de televisão sobre o assunto (incluindo reality shows como o delicioso Amazing Race), mostra como o desejo por um assunto, produto ou serviço pode ser potencializado com a produção de conteúdo envolvente e a participação de usuários.

Através do Twitter, por exemplo, é possível ter dicas de viagem, buscas companhia para uma aventura e ainda ficar por dentro das últimas promoções das companhias aéreas. 

twitter

Através de sites como o TripIt, o candidato a viajante envia seus planos e recebe em troca uma sugestão de itinerário que pode ser impresso ou visto no celular.

TripIt

Usar o seu Ipod como guia de viagem, principalmente quando ele tem acesso à Internet, também tem se transformado em uma das melhores formas de ter informação, sem precisar sair carregando todos os guias com você.

st_ipod0604

Um dos serviços oferecidos é o iJourneys, que traz audio tours e mapas para facilitar a viagem e torna-la ainda mais rica.

picture-17

Talvez este seja realmente um dos mercados mais prolíficos em termos de funcionalidades e produtos, alimentando cada vez mais o desejo de viagem dos consumidores. A lista de tendências e novidades aqui poderia se extender por muitos outros posts, e deve servir de inspiração para a atuação de outras indústrias, que podem potencializar o envolvimento com seus clientes, através de ações dinâmicas e atraentes.

Leave a comment

Filed under no comportamento, no consumo

2.0 travelers: how do you feel?

board_travel20

Para viajar do seu jeito, você pode dizer como se sente, se rico, se “de ressaca”, se sofisticado, se “quebrado”, entre outros sentimentos, que o site I Feel NYC dá sugestões super adequadas. Uma forma divertida de viajar, sem seguir o roteiro traçado por outro, e de acordo com o seu humor.

picture-9

O projeto foi feito pelo novaiorquino Andy Whitlock que queria mostrar ao mundo o que ele gostava de fazer em sua cidade de acordo com seu humor. A opção “quebrado” foi adcionada recentemente, por consequencia da crise mundial e te dá sugestões como: ir no mercado de pulgas de Alphabet City (“This little flea market in an empty parking lot just off Avenue A is perfect for a bit of vintage shopping.”) ou ir na Strand Bookstore (“Do you like to read? Well Strand is the place to go. They have over 18 miles of books in this store. Pretty much everything you can think of, and it is simply amazing.”).

O projeto está em desenvolvimento, sempre com novas adições, e já contempla outras duas cidades: Londres e Toronto.

E você, como se sente?

Leave a comment

Filed under no comportamento

2.0 travelers: acessórios de viagem

board_travel20

Para esta sexta-feira a dica é aprender a transformar a viagem inteira na melhor experiência possível.

E isso, hoje em dia, passa obrigatoriamente pelos itens: conforto, praticidade, agilidade e segurança. Ninguém gosta de perder tempo em aeroporto procurando mala, certo? E de ter que deixar para trás artigos da necesaire que não podem embarcar na bagagem de mão por serem grandes demais? Passar calor no meio da caminhada e não ter como trocar de roupa, nem pensar!

Um bom lugar para começar a conhecer uma grande variedade de utilidades é o site WeJetSet, de onde saiu boa parte do que você vê aqui.
Nas roupas, lojas como a North Face fazem um ótimo trabalho também!

acessorios1

Leave a comment

Filed under no comportamento

2.0 travelers: what a wonderful world

board_travel20

Hoje, viajar ficou muito mais fácil. O mundo é globalizado, as companhias aéreas oferecem passagens por preços muito interessantes, as agências de viagem se popularizaram e viajar é o grande sonho de consumo de boa parte das pessoas. Parece que o mundo ficou menor, e a Internet, claro, é a grande responsável por isso. Se antes você tinha que esperar que um amigo fosse a algum lugar e trouxesse fotos (ou slides, como já foi um dia) e suas impressões, agora basta buscar nos blogs, nos fóruns, no Flickr, Google Maps e nos inúmeros sites orientados para este fim.

Hoje, cada viagem, desde a sua preparação, pode ser única. Com a cara, o pique, os desejos e a desenvoltura do viajante. Se antes dependíamos dos guias de viagem (incrível trabalho de pioneiros como a Lonely Planet), hoje podemos montar o nosso próprio, com nossos gostos, itinerários e na nossa plataforma preferida.

O termo “travel 2.0” já aparece a algum tempo, descrevendo a segunda onda de sites de viagem.

A diferença, claro, é que agora estes sites são totalmente interativos, e costantemente expandidos através de conteúdo gerado pelos próprios usuários (UCG), como fotos, resenhas e blogs de viagem (os tavelogues)

Se através dos livros se tinha a visão exclusiva de uma pessoa (aquela que veio para São Paulo, por exemplo, e ficou no Belenzinho) agora o candidato a viajante pode tirar sua própria opinião, depois de percorrer fotos e ler críticas de outros que já foram e compartilharam suas impressões.

E se os sites são 2.0, o viajante também é. É o viajante que não só se utiliza destes meios, como compartilha suas descobertas, é o viajante que experimenta mais, que muda mais de trajeto, que viaja com novas companhias, e que se sente seguro para fazer isso.

travel2.0

Alguns dos sites de viagem 2.0 mais “tradicionais”:

http://www.tripadvisor.com/

http://www.backpackers.com/

http://www.igougo.com/

http://www.gusto.com/

http://realtravel.com/

http://www.Travelistic.com/

Leave a comment

Filed under na internet, na tecnologia, no comportamento