index: the lipstick economy, right here

“You can’t go wrong selling them. Women won’t leave the house without lipstick” disse Maria Irece da Silva na reportagem What Downturn? Business Booms in Brazil’s Shanties da Time

flavela_cosmetics_0306 

Maria da Silva tem um pequeno negócio na Brasilândia, onde vende cosméticos e produtos de cuidados pessoais, faturando quase 500 reais por dia. Segundo ela, a crise é para os ricos, e que os pobres continuam consumindo. Maria é um retrato do comércio informal de nosso país, mas  também da atração que produtos de baixo custo ajudam a elevar a auto-estima.

Nas palavras da antropóloga brasileira Mirian Goldenberg “as mulheres brasileiras sentem necessidade de se mostrarem bonitas, e os cosméticos são o primeiro investimento que elas fazem” e complementa “no Brasil, estar bonita não é apenas uma questão de beleza, mas também de higiene”. Mais um motivo para, em momentos de crise, o lipstick index também valer em nossa terra tropical.

Advertisements

Leave a comment

Filed under no comportamento, no consumo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s