micro-trends: exercise and have fun

Or have fun and exercise

havefun

Se exercitar já deixou de ser uma atividade facultativa; e se é obrigatório, não significa que precisa ser aborrecido. Quando até os videogames se adaptam para fazer as pessoas se mexerem, as academias e estudios alternativos encontram maneiras de tornar a malhação mais divertida – e, muitas vezes, até mais eficiente.

Eu que já achava o meu pilates do dia-a-dia a mais pura diversão, encontrei recentemente algumas maneiras ainda mais fun de colocar o corpo em movimento.

Que tal malhar com um bambolê? E colocar o corpo em ação com movimentos inspirados (e criados) pela equipe do Cirque du Soleil em conjunto com a Reebook? E se juntar para brincar como criança, e pular corda, e se vestir com fantasia?  

A idéia é cada vez mais associar a atividade física à diversão, também acompanhando a tendência de que os indivíduos esperam ter experiências cada vez mais recompensadoras no consumo de produtos e no uso de serviços em geral.

Advertisements

Leave a comment

Filed under na saúde, no comportamento

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s