icelandic sagas: a solução está nas pequenas coisas

icelandicsaga_part2

Em um país pequeno, são as pequenas coisas que podem ajudar a mudar o seu rumo. E na liderança desta mudança, a cantora Bjork tem se transformado na portavoz da inovação e no pensamento criativo, a fim de encontrar caminhos para a diversidade econômica da Islândia.

Com suas próprias palavras: “A Islândia pode ser mais autosuficiente e mais criativa, com um olhar mais século XXI do que século XIX” “Podemos usar esta crise econômica para nos tornarmos sustentáveis, e ensinar o mundo tudo o que sabemos a respeito da energia geotermal (uma das grandes riquezas do país)”

“Talvez leve tempo para que este novo momento comece a dar lucros. Mas devemos criar algo sólido e estável, e algo que se sustenea de forma independente de Wall Street e da volatilidade do preço do alumínio. E isso, então, ajudará a Islândia a fazer o seu melhor – sendo uma maravilhosa e imprevisível força da natureza”

Para levar suas idéias adiante, Bjork tomou dois passos importantes:

1. reuniu as mais proeminentes mentes de seu país em torno de mesas de discussão e workshops a fim de levantar idéias e soluções nas mais diversas áreas (das ciências e das artes), propondo por um lado a melhor exploração de seus recursos naturais, transformando-se em um país verde, e, por outro, a união de artistas, empresários e artesãos para desenvolver de forma profissional aquilo que eles tem de melhor e mais típico.  

2. lançou um fundo de investimento chamado BJÖRK, comandando pelo Audur Capital, com o objetivo de buscar investidores que buscam novas oportunidades e desenvolvimentos de novos negócios em pequenas companhias, a fim de dar um impulso na recuperação econômica do país. O fundo, que tem data para se encerrar (já agora em março) vai investir em em negócios sustentáveis, que criam valor através dos recursos únicos da ilha, sua natureza espetacular, uma cultura vibrante e recursos energéticos verdes.

Na mira dos novos projetos está, por exemplo, a tradição islandesa de casacos de lã, com os típicos desenhos e a incrível lã de suas ovelhas (um dos únicos animais que se deu bem em um país com uma geografia e um clima tão únicos): o Lopi Sweater. Com a ajuda dos workshops e de designers locais, além dos centros de difusão de cultura, serão formados grupos de artesãos para levar adiante, e para o mundo, a tradição da ilha. 

lopapeysa

Advertisements

Leave a comment

Filed under nas artes, no marketing, no mundo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s