sharing to multiply: borrow, rent, buy

board8

O conceito de consumo compartilhado é bastante abrangente, podendo ser visto sob diversos ângulos. E qualquer um destes ângulos tem força suficiente para sobreviver os tempos e firmar-se como uma nova forma de comportamento. De novo estamos tratando de uma tendência que pode mudar a maneira como nós atuamos no mundo.

Podemos falar em consumo compartilhado quando nos referimos a empréstimos de espaços, por exemplo. 
Você já pensou em viajar para algum lugar onde não conhece ninguém, e não tem dinheiro suficiente para uma estadia razoável? Hoje isso é possível.
A rede de relacionamentos CouchSurfing viabiliza sua viagem, no sentido de colocá-lo em contato com pessoas que estão dispostas a recebê-lo, nem que seja para dormir no sofá!

jitcrunch2

O projeto tem sido um sucesso, com números bem interessantes:

General Statistics
 CouchSurfers  802,759 
 Successful Surfings (approx)  751,077 
 Friendships Created (approx)  896,256 
 Positive Experiences (approx)  1,476,746 
 Unique Countries Represented  231 
 Unique States/Provinces Represented  2,535 
 Unique Cities Represented  50,186 
 Unique Languages Represented  1,224 

Outro aspecto do consumo compartilhado é o aluguel de bens.
Pareceu novidade quando ouvimos no filme Sex and the City que a assistente da Carrie alugava bolsas de grife? Por aqui também tem.

De bolsas a helicópteros, hoje podemos alugar por uma semana ou um mês objetos que jamais pensaríamos em ter.
Imagine poder alugar uma vinícula, e poder tomar do seu próprio vinho! Esta é uma das propostas da WineShare, que tem conquistado vários fãs da bebida.

vine

O aluguel de bens de luxo acaba sendo bastante popular, principalmente quando se trata de moda. É melhor ter algo pelo tempo que lhe cabe – ou seja, poucos dias – porque logo mais vai surgir novidade e você pode querer ter também. Este tipo de atitude tem sido descrita também como consumo consciente.

O modelo de compra cooperada vem sendo disseminado também, inclusive nesta mesma categoria do luxo.
E passa por várias áreas, de bens de consumo até moradia.
telethumb
A Fractional Life vende produtos e serviços que combinam com qualquer estilo
de vida mais ousado. O cliente pode escolher se quer possuir metade, um quarto, uma fração de um terreno, de um carro de luxo, de um relógio, e eles disponibilizam os players que atuam no ramo para sua negociação.
Dão inclusive consultoria, além de terem uma revista impressa.

Definitivamente o consumo compartilhado começa a ser um estilo de vida para muitos. Isso nos faz repensar alguns de nossos conceitos de propriedade, de real necessidade de ter algo nas mãos para o resto da vida.
E você? Estaria disposto a compartilhar e ampliar suas possibilidades de “posse”?

Advertisements

Leave a comment

Filed under no comportamento, no consumo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s