cross-media politics: vestindo a camisa

  

Vestir camiseta de propaganda (principalmente política) sempre foi uma coisa vista como algo, por assim dizer, um tanto jeca. Certo? Se você concordou, também irá concordar que esta campanha presidencial americana está desafiando os limites até a maldita camiseta, levando-a a um próximo e elevado nível. 

Por iniciativa dos próprios candidatos, mas principalmente por uma grande movimentação criada no varejo e através da Internet, é possível encontrar um modelo, uma estampa ou uma cor de camiseta que, não só não dá tanta vergonha de usar, mas também dá para apoiar o candidato de um jeito fashion.

Uma busca por “Obama” na Etsy hoje (16/10) e lá estão 2091 ítens “politicamente relacionados”

O site CafePress, de venda e personalização de camisetas, está fazendo um concurso de camisetas e slogans pró-votação, e aproveitando a venda de camisetas para fazer sua “boca de urna”: de 5 de maio a 11 de outubro de 2008, por exemplo, as camisetas do Obama representaram 43,31% das vendas, enquanto as do candidato republicano McCain representaram 22,89% (seguido de Palin, sua vice, com 20,27% e de Biden, vice de Obama, com 8%). E, neste mesmo período, foram criados mais de 2,6 milhões de produtos pró Obama, enquanto McCain atingiu a marca de 1,6 milhões.

Advertisements

Leave a comment

Filed under na moda, no comportamento

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s