a spoonful of sugar: a arte de repensar as balinhas

As balinhas são as mesmas, e dificilmente mudarão. Passarão os anos e continuaremos vendo as mesmas embalagens, as mesmas cores, sentindo os mesmos gostos (a lembrança às vezes melhora o sabor das coisas, é certo, mas isso não vem ao caso). Mas a experiência relacionada a elas pode mudar, seja na arte, seja na compra.

Na loja barcelonesa Happy Pills, a experiência de comprar vai muito além do produto. As balas são as mesmas que você já viu um milhão de vezes, mas a disposição, as embalagens, a proposta e a interação com o produto modifica a percepção do consumidor e a sua relação com o produto. Todo mundo sai de lá com mais balas do que precisa, pela simples alegria de escolher um pote, colocar balas dentro e colar um adesivo que pode dizer coisas do tipo “pink clouds for grey days” ou “contra los domingos sin futbol”

  

Na cabeça do fundador da Razorfish (uma das primeiras grandes agências digitais), Craig Kanarick, as balinhas de sempre viraram, a partir de composições de cor ou formato, arte de pendurar na parede. Usando uma gama sem fim de balinhas, o artista cria quadros deliciosos (e açucaradamente) bem-humorados, dentro do projeto RockMade. Para rir da seriedade da arte! Para rir de si mesmo.

Que tal se propor um novo desafio, e encontrar novos usos para coisas cotidianas, ou novas apresentações para as mesmas coisas, surpreendendo a si mesmo e aos próximos?

Advertisements

Leave a comment

Filed under nas artes, no consumo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s