a spoonful of sugar: pra não dizer que não falei das flores

Este hino da revolução, composto e criado por Geraldo Vandré, foi proibido durante a ditadura militar por incitar a resistência dos jovens contra o sistema. Mesmo tendo perdido o Festival Internacional da Canção em 1968 para a triste Sabiá, de Chico e Tom, ganhou as ruas na boca de pessoas que clamavam por mudança, por uma vida livre e melhor.

Hoje não estamos mais respirando estes ares revolucionários aqui no Brasil, mas há em cada coração uma sementinha de mobilização plantada. Cada vez mais notamos, no dia-a-dia, gente querendo fazer a diferença. Querendo ser lembrada por ter deixado uma marca bonita, uma recordação doce, um sinal divertido.

Sem levantar bandeiras sobre legalização e afins, em Buenos Aires, nas ruas de San Telmo, vi esta placa e sorri. Sim, a gente quer relaxar, quer levar a vida com mais graça.

Aqui em São Paulo, coincidentemente conheci duas pessoas passando suas mensagens através de flores: um feirante de Perdizes e um dono de uma farmácia de Genéricos nos Jardins.

O primeiro sempre dá um pequeno arranjo de florzinhas que ele mesmo monta, a todos aqueles que fazem compras em sua barraca. Pela feira vemos várias pessoas carregando florzinhas, e com isso, sua identidade foi criada – ele é reconhecido através de seus clientes.

Já na farmácia, quando chegamos ao caixa para pagar, ouvimos “quer levar um vasinho?” e a resposta natural e automática é “não, obrigada”. Ao que ele insiste “mas é de graça!”. E a gente, sem graça, agradece e aceita. “As flores estão aqui pra deixar as casas mais bonitas, precisam de alguém para levar e cuidar”, arremata.

Tem gente querendo fazer do nosso dia-a-dia algo mais prazeroso. E é bom ver que já há quem pense em como mimar o cliente com pouco, resgatando a cordialidade e a proximidade, características essenciais a um bom serviço.

Advertisements

Leave a comment

Filed under nas artes, no marketing

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s